Como combater os sintomas da TPM

5 jun

Como combater os sintomas da menstruação

Ultimamente você anda irritada, chateada, mal-humorada, incha, dói a mama, tem enxaqueca, tem uma compulsão por doce, tem mais fome?

E tudo isso acontece durante um período do teu ciclo menstrual? Acontece com você?

Se acontece com você, fique comigo e acompanhe as dicas desse texto até o final, porque eu vou te contar que isso é TPM ou Tensão Pré-Menstrual.

E ainda vou te dar dicas de que alimentos você pode comer no seu dia a dia  e mostrar que é possível combater sim a TPM e de que forma.

Mas também, vou te contar porque que acontece.

Vamos lá?

Por que nós temos TPM?

Você acredita que acontece, em média, de oito a cada dez mulheres tem TPM?!

Felizmente essa TPM, a maioria das vezes, é leve. Pode ser moderada, pode ser acentuada, mas afeta muitas mulheres.

E o que fazer e como lidar com tudo isso?!

A mulher vem normalmente produzindo determinados hormônios. Nesse período que pode durar um dia ou pode durar duas semanas, caem os hormônios e o hormônio envolvido na TPM, que é o estrogênio.

Nessa queda do estrogênio você passa a ter essa gama de sintomas, que  podem chetar a mais de duzentos. É bastante.

Mas vamos lá, dá para se livrar? Dá pra conviver? Dá pra combater? Dá sim. Incide em muitas mulheres?

Incide em muitas mulheres sim. Mas eu vou te ajudar e você vai conhecer toda essa sintomatologia para não sofrer mais.

Sintomas da TPM

Falando em sintomas, a gama é tão grande que a TPM é subdividida  nos mais frequentes.

Tem a TPM “D”, que está relacionada à depressão e à alteração do humor, isso importante ter isso em mente.

Tem a TPM “H”, que está relacionado à maior retenção de líquido; você incha, você se sente mais pesada, sua mama incha e fica mais dolorosa.

Tem a TPM “A”, relacionada à ansiedade, à alteração do humor.

E tem a TPM “C”, aquela que te dá mais enxaqueca.

Esses são os sintomas bem frequentes, mas tem uma série de outros sintomas que podem estar acometendo você nessa fase.

Como lidar com os sintomas da TPM

E de que forma você consegue lidar com esses sintomas? Muitas mulheres recorrem a remédios feitos com óleo de prímula, como Aleevio.

Mas uma alternativa muito eficiente é ingerir alimentos específicos que podem te ajudar a combater a TPM.

Quando você começa a ingerir determinadas substâncias no seu alimento, elas vão aumentar a produção de serotonina, que é o que nós vamos falar já daqui a pouquinho.

Há outros alimentos que também te ajudam a eliminar líquido, porque você retém mais líquidos, e outros ainda que funcionam como anti-inflamatório natural, porque você pode ter uma sensação de dor no corpo todo.

Mas vamos falar quais são eles? Anota aí pra você não esquecer o passo a passo.

Alimentos para combater a TPM

Alimentos para combater a TPM

Vamos imaginar que você tem a alteração do humor, irritabilidade, ansiedade, você pensa em que alimento?

Alimentos que contém o magnésio. Além do magnésio ajudar a formar esses neurotransmissores, que no caso é serotonina que eu tô falando pra você,
ele te ajuda também em que?

A melhorar a circulação, importante, ajuda também no sono, que pode interferir no sono sim, a TPM.

E quais alimentos têm magnésio para você colocar na sua prática diária?

Tome nota para quando você for fazer as suas comprinhas no final de semana.

Vamos lá: Amêndoas, verduras em geral, são ótimas, abacate… Anotou? Tem vários?

Tem, eu estou citando alguns para você começar esse processo de saúde anti-TPM. O que mais?

Alimentos que contenham vitamina do Complexo B, principalmente B6.

A B6 é fundamental, também para produzir serotonina. E que alimentos que tem? Aveia, banana.

Terceiro, alimentos que funcionam como anti-inflamatórios naturais. São aqueles que contêm Ômega 3, como os peixes, como azeite de oliva. Eles vão te ajudar bastante.

O que mais pensando em micronutrientes, em vitamina? Vitamina E. Vitamina E é ótimo, onde temos vitamina E?

Nas oleaginosas, amêndoas, castanhas, nozes também, elas são excelentes.

E te ajudam muito, tem muitos nutrientes, e não vão te ajudar a ganhar peso. Mas o que mais?

Os chamados carboidratos complexos, porque as oscilações do hormônio afetam a serotonina. Quando cai a serotonina, você tem mais vontade por doce.

Imagina que você fica querendo comer de qualquer jeito, você fica alucinada e você perde o controle.

Mas se você come os carboidratos chamados complexos, que são aqueles que não elevam tanto a sua insulina, você vai conseguir manter níveis adequados de açúcar no sangue e isso vai te ajudar nessa compulsão por doce.

Você pode ingerir, por exemplo, batata doce, arroz integral também.

E eventualmente tem outros carboidratos chamados complexos, que você pode estar adotando, como a biomassa de banana verde.

Falando sobre anti-inflamatório natural, como o gengibre, você pode temperar, fazer um chá, temperar na comida, pode ralar o gengibre, tem “n” formas de você adotar tanto a cúrcuma na comida como o gengibre.

O que mais? Chás, tudo né?! Você tá toda acelerada, precisa relaxar. Que chá que é interessante?

Chá de camomila. E um outro charme muito legal, que é o de cavalinha, porque você está retendo líquido.

Tudo isso que você está ingerindo vai te ajudar a trabalhar, a reduzir os sintomas da TPM de forma natural.

Fora que todos esses alimentos, todos esses micronutrientes que eu citei, e macro nutrientes como carboidratos complexos, são benéficos para a sua saúde como um todo. Para saber mais, clique aqui.

Atividades físicas para combater a TPM

Além dos alimentos, o que mais que vai te ajudar na TPM? Exercício físico. Por quê?

Se uma das principais queixas da mulher é a alteração do humor e inchaço, exercício físico melhora muito porque libera outras substâncias no nosso cérebro, as chamadas endorfinas, que melhoram o seu humor.

Fora isso, a prática regular do exercício te ajuda a eliminar líquido também. Te ajuda no trânsito intestinal, que algumas mulheres ficam mais obstipadas na TPM.

Quanta coisa que você pode adotar no teu dia a dia.

E se nada disso der certo, você pode procurar ainda por um remédio para TPM. Mas lembre-se de consultar um médico antes de começar o tratamento.

Estilo de vida pode amenizar a TPM

“Mas e se não melhorar? Eu comi tudo isso, eu fiz atividade física…”, eu te falo, reveja o seu estilo de vida ou procure

Fora a questão hormonal, entra o estilo de vida, o stress é como a última gota que faltava, ou seja, você já vem com aquela tendência e o stress é apenas um fator desencadeador.

Ou ainda, o stress pode piorar os seus sintomas dessa fase.

Não queira fazer tudo. Faça uma atividade por vez, vai no seu ritmo, até porque o stress acaba com o tempo desencadeando quadros de hipertensão arterial, de aumento da frequência cardíaca, taquicardia, palpitação.

Faça o que der na hora de fechar a sua conta, na hora de fazer aquela agenda do dia, porque você tem que ter um tempinho pra você.

Atividade física, uma alimentação adequada, principalmente nessa fase, faça gerenciamento do estresse.

Qual que é grande dica? Faça a sua parte; escolha os alimentos corretos, pratique atividade física, gerencie seu estresse.

Não resolveu?

Converse com seu médico, busque um profissional que possa te ajudar com todo o carinho, nessa fase de TPM. Você não precisa sofrer.

Não importa se ela dura um dia ou se ela dura catorze dias.

Sem dúvida, toda essa questão de estar irritada, estar mal-humorada, estar inchada, estar com enxaqueca e toda uma série de sintomas que você pode estar apresentando.

Você não precisa conviver com eles.

One thought on “Como combater os sintomas da TPM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *