Companhias aéreas passam a cobrar por mala despachada

31 jan

Despachar as bagagens gratuitamente para voos nacionais e internacionais já está virando passado. A mudança está entre as novas regras aprovadas pela Agência Nacional De Aviação Civil, a ANAC.

A partir de agora, a cobrança por mala despachada é feita à parte mas de duas formas: embutida na passagem, no ato da compra, por R$ 30 ou na hora do check-in no aeroporto quando o valor fica mais caro, dependendo da companhia área.

Toda passagem que a gente comprava já vinha embutido na tarifa a franquia de bagagem.

Hoje o cliente pode optar por ter ou não ter. As companhias que aderiram à mudança até agora foram a Gol a Azul e a Latam. Além dessas taxas, houve mudanças também nos pesos das bagagens.

Uma das principais é de voos internacionais: em vez de duas malas de 32 kg agora o peso máximo permitido para cada uma é de 23 kg.

Na verdade, eles tiraram a franquia de bagagem e também houve uma redução nas tarifas. Então, eles acabaram trocando na verdade.

Quem for despachar a bagagem de mão gol que em voo nacional é uma de 23 kg pode optar por colocar sim ou não a bagagem.

Segundo a agente de viagem, a lista de mudanças não precisa ser vista com resistência.

Ela cita outras novidades mais positivas nas regras como redução do prazo para reembolso de passagens possibilidade de desistência de passagens sem taxa em até 24 horas após a compra e correção gratuita do nome do passageiro no bilhete.

Para o consumidor, no final ficou mais favorável em termos de custo.

Os 5 erros que mais acontecem com viajantes

Nessa parte do texto de hoje eu vou falar sobre os 5 erros que as pessoas cometem ao fazer a sua viagem.

O primeiro erro é a pessoa fazer uma viagem sem considerar a época do ano no país de destino. E, talvez, você não vai conseguir aproveitar tanto quanto se tivesse ido numa época do ano melhor.

O segundo erro muito claro é não fazer um planejamento de viagem. Se você não tiver um planejamento bem feito você irá gastar, gastar e gastar dinheiro!

Vai acabar o seu dinheiro e você vai começar a gastar, gastar e gastar no cartão de crédito e quando você voltar para o seu país você terá um problema chamado “Dívidas!” no cartão de crédito que tem juros altíssimos.

E o terceiro erro também é relacionado com o dinheiro que é: a fazer o seu planejamento não cogitar um dinheiro extra para alguma eventualidade. Imprevistos acontecem e não adianta, você terá de arcar com eles.

Na minha viagem de Volta ao Mundo aconteceram alguns e eu tinha o dinheiro já programado e se você viu o meu artigo sobre “Andando de Moto na Tailândia” você
vai ter percebido que eu cai de moto, quebrei meu celular e estraguei a moto.

Então eu tive de pagar o conserto dessa moto e, pra não ficar sem telefone, eu tive de gastar dinheiro comprando um tablet.

Mas, também na Tailândia, aconteceu que a minha câmera parou de funcionar. Então eu também tive de ter dinheiro extra para comprar uma nova câmera fotográfica.

Você precisa ter dinheiro extra para eventuais imprevistos. O quarto erro parece bem bobo mas acontece muito: não verificar sobre passaporte e vistos.

Eu vi muito isso acontecer, na minha viagem, esses casos de vistos que a pessoa não confere e passaporte que está quase vencendo e a pessoa viaja e não lembra de checar o passaporte.

E o quinto erro mais comum e que é muito fácil de ser evitado é: As pessoas não pesquisam  sobre os países que elas estão indo.

Muitas vezes você pode comprar um pacote turístico em uma agência de viagem ou, por exemplo, o seu amigo está  planejando a viagem e você falou que vai com ele mas você deixa tudo na mão dos outros e não pesquisa nada a respeito.

Esse quinto erro resume mais ou menos os outros quatro erros que falei. Agora que você sabe sobre esses cinco erros que mais acontecem, por favor, não os cometa! Faça uma boa viagem, aproveite muito o país que você está indo e volte com muitas histórias.

Se por acaso você já cometeu algum desses erros ou se você tem algum erro extra para comentar deixa aqui embaixo. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *